SÃO PEDRO – XANGÔ – Sincretismo

Advertisement

Quando os africanos vieram para o Brasil precisaram encontrar uma forma de cultuar seus Orixás sem serem castigados pelos seus donos já que foram trazidos à força como escravos para que façam o trabalho mais duro. Então eles se reuniam à noite em torno do fogo para aquecer-se e cozinhar os alimentos que a eles eram destinados como espigas de milho, mandioca e carnes mais duras consideradas menos nobres.

Assim surgiram a relação dos nomes dos Santos católicos com os orixás; quando estavam perto da data de um santo podiam misturar-se nas celebrações, mas mentalmente estavam invocando seus ancestrais de origem. Surgiram assim Oxóssi = São Jerônimo; Oxum = Nossa senhora; Ogum – São Jorge e outros dentre eles SÃO PEDRO = XANGÔ.

 

SÃO PEDRO

Já no Novo Testamento encontramos o nome de Simão, um importante empresário pescador que levava riqueza a sua família com a venda dos peixes. Pedro era casado e morava em Cafarnaum e era irmão de André que já conhecia Jesus e sócio de João e Tiago, que posteriormente foram discípulos de Jesus. Seu pai era Jonas.

Conheceu Jesus quando este lhe pediu uma embarcação emprestada para poder pregar para os moradores mais distantes à beira dos rios. Simão concordou, mas precisou afastar-se um pouco do seu trajeto normal; ao voltar Jesus lhe disse ‘atira de novo tua rede e terás o retorno da tua generosidade’. E assim foi, a rede voltou cheia de peixes. Simão, sentindo-se culpado por ter desconfiado de Jesus, pediu perdão, mas o Mestre convidou para que a partir desse momento fosse pescador de almas além dos peixes para o sustento.

Ele foi reconhecido como o 1º discípulo de Jesus o que lhe confere primazia sobre os outros. Foi o fundador da Igreja de Antioquia e Primeiro Papa Católico. Viveu em Roma e morreu 25 anos depois crucificado e pendurado de cabeça para baixo (a seu pedido).

sao pedro

Em toda sua trajetória ele manteve contato com João, Tiago e os outros discípulos, mas depois de aproximadamente vinte anos teve uma discussão histórica com João. Estando em Antioquia

Segundo Mateus apóstolo Jesus teria dado as Chaves do Céu a Pedro para que abrisse as portas a tudo o que é bom e as fecha-se ao que é mau. Ou, na Igreja católica, ele tem o poder de ‘permitir’ ou ‘proibir’ o que quiser.

É considerado dono das confissões católicas institucionalizadas na missa porque confessou a Jesus perante todos dizendo que ‘Ele era o filho de Deus Vivo’.

Ele também representa o tempo e é tido como o Apóstolo mais idoso.

No clima tem papel importante porque ao deter o poder das chaves ele pode ‘abrir e fechar’ as portas do céu podendo fazer chover, cair raios e trovões.

Seu símbolo é uma pedra já que Jesus teria lhe dito que seu nome seria Petrus e não mais Simão e sobre ele edificaria a igreja. Petrus em aramaico significa pedra. Posteriormente na tradução para o grego seu nome passou a ser Pedro e sobre ele realmente foi edificado o Vaticano residência papal.

 

 

SINCRETISMO

Xangô orixá africano da riqueza, como Simão o era, tem como símbolo a pedreira.

Ele comanda a justiça e pode decidir sobre todos usando para isto os elementos da natureza e sua justiça é ‘dura como uma rocha’. Protege os magistrados e faz com que a mente esteja mais clara nos julgamentos.

Seu santuário invocatório ideal é no alto de uma pedreira.

Na Umbanda Xangô é o senhor das Almas.  Como Simão foi chamado a ‘pescar almas’.

Ficou rico depois de ter mostrado generosidade com os irmãos igualmente a Simão que recebeu a pesca próspera de Jesus após emprestar-lhe seu barco.

Xangô é o dono dos raios e trovões como São Pedro tem poder sofre as manifestações do céu.

 

About The Author

CONTATO RAKEL POSSI

 

WhatsApp - Rakel Possi

Celular - WhatsApp

+55 (13) 991511707

 


 

Email - Rakel Possi

E-mail

[email protected]

 


 

Messenger - Rakel Possi

Messenger - Facebook

Click para enviar mensagem

 

Facebook Rakel Possi

Instagram Rakel Possi